Análise das potencialidades do uso do modelo híbrido de rotação por estações no ensino de química orgânica no ensino médio

dc.contributor.authorSILVA, Andressa Sodré
dc.date.accessioned2021-12-10T14:17:55Z
dc.date.available2021-12-10T14:17:55Z
dc.date.issued2019
dc.description.abstractNesta dissertação de mestrado apresenta-se uma pesquisa que teve como objetivo analisar as potencialidades do uso do modelo híbrido de Rotação por Estações (RE), para o ensino de química orgânica. A proposta de uso do Ensino híbrido e de seus modelos exige uma série de ações e reflexões para que haja mudança no ensino tradicional proporcionando a personalização do ensino. O planejamento e implementação das atividades seguiu os seguintes passos: i) a avaliação diagnóstica; ii) seleção e planejamento das atividades; iii) o planejamento e adequação do espaço da aprendizagem; iv) a integração da equipe escolar e, finalmente, v) a implementação, que aplica o modelo híbrido escolhido que se considerou mais adequado à realidade escolar. Os passos ocorreram no primeiro bimestre de 2017, e as aulas planejadas tiveram duração média de 90 minutos e foram aplicadas em duas Turmas (A e B) com 19 e 24 alunos, respectivamente, do terceiro Ensino Médio noturno de uma escola pública estadual em São Paulo. A pesquisa foi realizada numa abordagem qualitativa de uma pesquisa-ação. Os dados da pesquisa foram coletados utilizando diferentes instrumentos: observação dos participantes com fotos durante a aplicação do modelo de RE e Questionários inicial e final, on-line e nas Avaliações diagnósticas e temáticas (finais). Para análise das respostas a questões abertas ou dissertativas utilizou-se análise textual discursiva, as categorias retiradas das questões oriundas do Questionário Final, objetivaram identificar em que grau os objetivos das atividades foram alcançados, e além disso, verificar aceitação e engajamento dos alunos nas atividades. As análises apontaram que a otimização do tempo, a mediação docente, a maior flexibilidade nas atividades e fluidez para a realização dos objetivos são pontos chave para promover a autonomia dos estudantes e a mudança do papel do professor. Percebeu-se que há uma gama muito grande de atividades de planejamento e há a necessidade de ferramentas que facilitem a introdução das atividades que envolvem TDICs e TICs nas aulas. Os resultados indicam também que o modelo escolhido pode ajudar efetivamente a reposicionar os papeis dos estudantes e do docente e pode ser uma boa escolha para promover uma mudança progressiva no Ensino Básicopt_BR
dc.identifier.urihttp://repo.ifsp.edu.br/123456789/228
dc.subjectEnsino híbridopt_BR
dc.subjectRotação por estaçõespt_BR
dc.subjectEnsino de químicapt_BR
dc.titleAnálise das potencialidades do uso do modelo híbrido de rotação por estações no ensino de química orgânica no ensino médiopt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Análise das potencialidades.pdf
Tamanho:
2.95 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: