Teses e Dissertações dos Servidores

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 5 de 75
  • Item
    Algoritmo baseado em colônia de abelhas artificiais para resolução do problema de programação de um job shop flexível multiobjetivo
    (Universidade Federal de São Carlos, 2019-02-25) Florêncio, Guilherme; Kato, Edilson; Tsunaki, Roberto; San Felice, Mário
    O Flexible job shop problem (FJSP), considerado um dos problemas mais complexos da programação da produção, compõe a classe de problemas NP-difícil na área da ciência da computação. Embora este problema da programação da produção seja bastante complexo, pode ficar computacionalmente mais custoso para ser tratado, quando impõe-se restrições ou critérios adicionais ao problema. O FJSP consiste em um conjunto de “j” jobs que são constituídos por “o” operações, e estas operações são processadas individualmente por uma máquina “m” que faz parte do conjunto de máquinas do ambiente de produção. Nesse tipo de sistema, cada operação dentro dos Jobs pode ser processada em uma máquina diferente. No processo totalmente flexível, todas as máquinas são capazes de processar todas as operações e no parcialmente flexível, ao menos uma não processa pelo menos uma operação. Este problema pode ser dividido em dois subproblemas, o roteamento e o agendamento. O roteamento consiste em definir qual máquina irá processar a operação e o agendamento consiste em definir a ordem que as operações serão processadas. Neste trabalho, objetivou-se minimizar multicritérios de desempenho, como: tempo de conclusão de todas as operações, representado pelo termo makespan, carga da máquina mais carregada e carga total de todas as máquinas, buscando alta diversidade de soluções. Para alcançar os objetivos deste trabalho foi implementada a metaheurística Colônia de Abelhas Artificiais, juntamente com o método de Pareto, para ajudar a tratar os multiobjetivos. Os resultados observados foram satisfatórios na maioria das instâncias às quais o algoritmo foi aplicado e foram encontrados os melhores resultados conhecidos para algumas instâncias.
  • Item
    Descoberta do estilo de aprendizagem pela experiência do estudante e expectativa do professor para a recomendação de REA's
    (Universidade Federal de São Carlos, 2017-11-01) Silva, Marco Antônio; Santos, Marilde; Otsuka, Joice; Bueno, Renato; Rodrigues, Luciene; Valêncio, Carlos
    Atualmente muitos professores e aprendizes utilizam Recursos Educacionais Abertos (REA’s) para auxiliar o processo ensino aprendizagem. Com o desenvolvimento e popularização da internet e dos diversos dispositivos que a suportam, o interesse nos REA’s tem aumentado. Entretanto muitos professores ainda encontram dificuldades em sua adoção. As barreiras encontradas por estes podem ser tecnológicas, culturais ou econômicas. Iniciativas que ofereçam gratuitamente a possibilidade de autoria e adaptação de REA’s sem a necessidade de conhecimentos específicos na área de computação, possibilitando ainda seu reuso e compartilhamento, atuam para atenuar tais barreiras. Este trabalho tem o objetivo de desenvolver uma abordagem para auxiliar o docente na criação de atividades com REA’s que, quando executados pelos alunos, geram o registro de suas experiências, base para a descoberta do estilo de aprendizagem para a posterior recomendação de outros REA’s adequados a tal estilo. Para isso, o trabalho apresenta, além da arquitetura da abordagem, um modelo de interpretação de experiência utilizando expectativa, assim como um cenário de uso e projeto lógico de uma instância da abordagem para prova de conceito.
  • Item
    InfoMinerva : interface do usuário para sistemas de software do domínio de patrimônio histórico
    (Centro de Educação e Ciências Humanas, da Universidade Federal de São Carlos, 2018-12-20) Moura, Milene; Costa, Luzia; Botega, Leonardo; Furnival, Ariadne; Gracioso, Luciana; Moraes, Rinaldo
    Os bens patrimoniais das fazendas históricas paulistas são ricas fontes de conhecimento, impregnados de valores simbólicos, e representam a trajetória dos poderes constituídos ao longo do tempo e o processo de formação da sociedade. Para viabilizar o acesso a esses bens, alguns projetos de políticas públicas financiados pela FAPESP foram desenvolvidos: “Memória Virtual de São Carlos” (2004-2008), “Patrimônio Cultural Rural Paulista: Espaço Privilegiado para Pesquisa, Educação e Turismo” (2008-2012) e “Critérios e metodologias para realização de inventário do patrimônio cultural rural paulista” (2012-2014). Destes projetos resultaram dois importantes produtos: o Padrão de Descrição de Informação, que permite a catalogação exaustiva de qualquer tipo de bem patrimonial, e o sistema Memória Virtual, um sistema web composto por dois subsistemas, um para catalogação e outro para acesso e navegação. A proposta do presente trabalho é a criação de um protótipo de interface semi-funcional para o usuário, denominada InfoMinerva, para acesso aos dados contidos no sistema web Memória Virtual, considerando as premissas de autores do campo da interação humano-computador. O público alvo considerado para utilização da interface é composto por pesquisadores e interessados em bens patrimoniais, não sendo pré-requisito alto nível de conhecimentos em informática. O estudo, inicialmente exploratório, revisou a literatura dos temas: patrimônio histórico, patrimônio histórico em ambientes digitais, interação humano-computador, critérios de qualidade e interação e princípios, diretrizes e heurísticas voltadas ao desenvolvimento de interfaces. Quanto à natureza, trata-se de pesquisa aplicada, por propor uma solução para a disponibilização dos bens patrimoniais por meio da internet, apoiando-se na técnica de prototipação. O primeiro protótipo, de baixa fidelidade, foi criado em papel, no qual se estabeleceu os principais elementos da interface, exceto cores, formas e fontes, e o comportamento esperado no momento da interação com o usuário. A avaliação dessa etapa deuse de modo formativo, por meio das diretrizes de Nielsen e Tahir, possibilitando a correção de eventuais falhas antes do desenvolvimento da interface em meio digital. O segundo protótipo, de alta fidelidade e estrutura semi-funcional, foi confeccionado por meio da plataforma de criação de sites Wix, no qual os elementos projetados na primeira etapa foram aplicados, incluindo-se cores, formas e fontes. Essa etapa foi avaliada por meio de questionários mistos, adaptados do Questionnaire for user interaction satisfaction, e entregues a dois grupos de usuários: o primeiro, constituído por profissionais da informação, profissionais da informática e profissionais da área de patrimônio histórico e o segundo, por usuários em potencial. A análise dos questionários, por meio das técnicas estatísticas empregadas (escala de Likert, média aritmética, moda, variância amostral, desvio padrão e alfa de Cronbach), evidenciou que o objetivo geral da pesquisa foi alcançado, e as intervenções necessárias relacionam-se principalmente à acessibilidade e design responsivo.
  • Item
    A Construção Político e Normativa do IFSP: A Garantia do Direito Constitucional à Educação Básica e o Conflito com a Reforma do Ensino Médio de 2017
    (Faculdade de Ciências e Letras – UNESP/Araraquara, 2019-12-10) Heeren, Marcelo; Silva, Marta; Lemes, Sebastião; Silva, Hilda; Ribeiro, Ricardo; Mamede, Whisner; Oliveira, Ricardo
    O objetivo do presente trabalho foi analisar a trajetória política e normativa do Ensino Básico no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) (2008-2018), identificando as normativas internas da política educacional do IFSP que garantem a efetivação dos princípios educacionais previstos na CF/88 e as contradições existentes com as modificações orientadas pela reforma do Ensino Médio de 2017. A pesquisa segue abordagem de pesquisa qualitativa em educação com destaque para a pesquisa e análise documental dos textos legais da Educação Nacional, bem como dos documentos norteadores do Ensino Médio da Rede Federal, além das normativas específicas do IFSP. Podemos observar que as normativas internas do IFSP são coerentes com as prerrogativas estabelecidas no artigo n° 206 da CF/88, estabelecendo a construção e desenvolvimento de um conjunto de estruturas e ações institucionais que permitem o exercício ao direito social à Educação, principalmente em relação à garantia do acesso, permanência e êxito dos estudantes do Ensino Básico, condição incrementada juntamente com uma política de valorização profissional docente e efetiva participação democrática dos estudantes no cotidiano de construção e elaboração política e normativa da instituição. O Ensino Médio Integrado, forma do Ensino Básico desenvolvido nos Institutos Federais de Educação, tem como finalidade a formação integral do estudante, eliminando a dualidade histórica existente entre formação técnica e propedêutica, trazendo aos estudantes a possibilidade de uma formação que viabilize sua participação não somente em atividades de natureza laboral, mas também em assuntos de natureza social, cultural e política associadas às demandas especificas da sua localidade. A lei da reforma do Ensino Médio de 2017 orienta um conjunto de modificações no currículo do Ensino Médio, alterando a carga horária dos cursos, as disciplinas e conteúdos obrigatórios, estimulando a especialização precoce dos estudante em determinadas áreas do conhecimento, bem como favorecendo o cumprimento de carga horária do Ensino Médio em instituições externas à escola e com atividades que não compõem os Projetos Políticos Pedagógicos da unidade de ensino. Portanto, o IFSP se configura como uma instituição que contribui com a garantia do exercício ao direito à Educação Básica, sendo necessário o reconhecimento da mesma enquanto parte de uma política pública de Educação que reafirma o compromisso com a democratização e qualidade da Educação Nacional. Ademais, as análises realizadas indicam uma relação conflitante entre as normativas do Ensino Médio Integral do IFSP em relação à estrutura pedagógica, objetivos e finalidades desta etapa da Educação Básica e as modificações indicadas pela reforma do Ensino Médio.
  • Item
    A Participação Estudantil na definição das Políticas Pedagógicas do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), à luz do princípio de Gestão Democrática
    (Faculdade de Ciências Humanas e Sociais – Unesp/Franca, 2023-03-17) Pereira, Kleber; Fonseca, Genaro; Gracioli, Maria; Reis, Márcio
    A Constituição Federal de 1988 e a Lei 9394/1996 definiram o modelo de gestão democrática como princípio norteador para o ensino público. Entretanto, algumas dificuldades ainda se colocam diante da sua consolidação, principalmente no que diz respeito à inserção dos estudantes neste processo. Assim, a presente pesquisa documental objetivou analisar a efetiva participação dos estudantes do Ensino Médio Integrado ao Técnico Profissional na construção das políticas pedagógicas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), especificamente no campus Catanduva. Considera-se aqui que a gestão democrática do ensino público pressupõe a superação de um modelo de participação meramente executório por outro que confira aos atores do processo a previsão de competências para uma atuação estendida às dimensões de planejamento, de avaliação, de fiscalização e, principalmente, de deliberação sobre as políticas públicas. Foram analisadas as normativas institucionais, bem como as atas provenientes das reuniões de órgãos colegiados no intuito de verificarmos a presença de indicadores, tais como a autonomia e o poder de decisão desses estudantes na identificação de suas demandas e na proposição, discussão e deliberação das políticas pedagógicas institucionais. Para tanto, empregou-se a Análise de Conteúdo como método de exame sobre os dados obtidos. Verificou-se a existência de progressos significativos na regulamentação institucional, com a previsão normativa de espaços formais e de instrumentos de gestão que incluem os estudantes nos processos de decisão sobre as políticas institucionais. Entretanto, a análise da dinâmica de funcionamento destes mecanismos de gestão evidenciou inoportunas contradições nos processos de participação estudantil se tomarmos, como seu sinônimo, a relação dialética entre a autonomia e o poder deliberativo.