Proposta de Formação para Processo Inclusivo dos Alunos com Dificuldades e Transtornos de Aprendizagem na Educação Profissional e Tecnológica em Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio

Resumo

Este trabalho objetivou apresentar uma proposta de formação inicial e/ou continuada para agentes escolares que trate de dificuldades e Transtornos Específicos de Aprendizagem na Educação Profissional e Tecnológica (EPT) em Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio. A pesquisa justificou-se pela ineficácia em identificar sinais que geralmente indicam defasagem escolar ou ainda prejuízos nas áreas cognitivas, motoras, emocionais, sociais e de funcionamento executivo, além de diferenciar o que é dificuldade e Transtorno Específico de Aprendizagem, público este que não se caracteriza como alvo da Educação Especial. Ao mesmo tempo, pretendeu-se entender os problemas existentes neste tema no contexto da EPT como: o perfil dos docentes, da equipe pedagógica, dos alunos, entre outros e de reconhecer qual a função da psicopedagogia no diagnóstico clínico de transtornos e dificuldades de aprendizagem, através de um Diagnóstico Institucional, importante e fundamental para subsidiar todas as nuances que interferem direta ou indiretamente nesse processo. Para coleta de dados, foram utilizados questionários com a equipe escolar, aplicação de roteiro de “Diagnóstico Institucional” com gestor da instituição. Os dados foram compilados por meio da técnica de análise de conteúdo, e seus resultados serviram como referência para elaborar uma proposta de formação para os agentes escolares. Após a realização da formação, a avaliação da proposta (formação) foi realizada também por coleta de dados e análise de conteúdo. Os resultados mostram que os professores carecem de formações continuadas com esta temática e que quando esses momentos formativos são oferecidos pela própria instituição, estes ganham novos sentidos e significados, pois podem influenciar na prática reflexiva e no aprimoramento da docência


Descrição
Palavras-chave
Citação