Desafios à efetivação dos direitos de pessoas trans e travestis na perspectiva do serviço social brasileiro

dc.contributor.advisorPicosque, Tatiana Aparecida
dc.contributor.authorSouza, Regiane Rodrigues de
dc.contributor.refereeSantos, Ana Carolina Vila Ramos dos
dc.contributor.refereeSilva, Vagner Luis da
dc.date.accessioned2024-02-09T16:24:47Z
dc.date.available2024-02-09T16:24:47Z
dc.date.issued2022-12-13
dc.description.abstractEste trabalho pretendeu refletir sobre a garantia de acesso aos direitos das pessoas trans e travestis pela perspectiva do Serviço Social brasileiro. Afinal, é notória a proximidade do Serviço Social com a efetivação das políticas públicas e de seu acesso a todos os cidadãos, bem como seu lugar especializado em relação à garantia de direitos das populações mais vulnerabilizadas. Desta forma, buscamos elucidar os principais desafios para a efetivação do acesso desta população específica aos serviços públicos, por meio do mapeamento da produção do Serviço Social acerca do tema nas quatro principais revistas científicas do país. Para análise dos dados, além da exploração quantitativa, foi realizada uma análise dos conteúdos dos artigos para que se pudesse esmiuçar melhor nosso problema de pesquisa. Isto com o objetivo de refletir sobre a questão de dissidência sexual e de gênero no âmbito das políticas públicas, discutir o acesso à cidadania e contribuir para as reflexões sobre direitos sociais no âmbito das ciências humanas. Notamos que apesar das inegáveis evoluções sociais e jurídicas, sobretudo relativas às conquistas por meio da luta social dos grupos militantes dos direitos LGBTQIAPN+ nos últimos anos, vivemos também consideráveis retrocessos no âmbito político e social que podem ter impactos consideráveis na operacionalização do reconhecimento e garantia dessas conquistas. Além disso, apesar de sermos considerados um dos países mais perigosos para pessoas trans e travestis no mundo, a pouca quantidade de artigos encontrados nos faz pensar que a invisibilidade social, que aqui se expressa por uma invisibilidade científica, ainda opera como um desafio importante da sociedade que vivemos na construção de um lugar de pertencimento e de acolhimentos das nossas diversas subjetividades.
dc.description.abstract2This work intended to reflect about the access and the guarantee of the civilian rights for trans and transvestites from the perspective of the brazilian Social Service. After all, the proximity of Social Service to the implementation of public policies and their access to all citizens is notorious, as well as its specialized position in relation to guaranteeing the rights of the most vulnerable populations. In this way, we seek to elucidate the main challenges for the effective access of this specific population to public services, by mapping the production of Social Work on the subject in the four main scientific journals in the country. For data analysis, in addition to quantitative exploration, an analysis of the contents of the articles was carried out so that we could better scrutinize our research problem. This with the aim of reflecting on the issue of sexual and gender dissidence within the scope of public policies, discussing access to citizenship and contributing to reflections on social rights within the scope of the human sciences. We note that despite the undeniable social and legal developments, especially regarding the achievements through the social struggle of LGBTQIAPN+ rights activist groups in recent years, we have also experienced considerable setbacks in the political and social sphere that can have tangible impacts on the operationalization of the recognition and guarantee of these rights. In addition, despite being considered one of the most dangerous countries for trans and transvestites in the world, the small amount of articles found makes us think that social invisibility, which is expressed here by scientific invisibility, still operates as an important challenge for the society we live in, in the construction of a place of belonging and welcoming of our different subjectivities.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.identifier.bibliographicCitationSOUZA, Regiane Rodrigues de. Desafios à efetivação dos direitos de pessoas trans e travestis na perspectiva do serviço social brasileiro. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Humanidades, Educação, Política e Sociedade) – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Campus São Paulo Pirituba, São Paulo, 2022.
dc.identifier.urihttps://repositorio.ifsp.edu.br/handle/123456789/471
dc.identifier2.lattes-
dc.publisherIFSP
dc.publisher.campiPIRITUBA
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazilen
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
dc.subject.keywordsDireitos sociais
dc.subject.keywordsServiço social
dc.subject.keywordsTransexualidade
dc.subject.keywordsDiversidade sexual
dc.titleDesafios à efetivação dos direitos de pessoas trans e travestis na perspectiva do serviço social brasileiro
dc.typeTrabalhos de Conclusão de Curso de Especialização
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
HUM-2022-SOUZA-DESAFIOS.pdf
Tamanho:
641.22 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.92 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: